O país cabe aqui.

YANGO, novo aplicativo de transportes urbanos pode começar a operar no nosso mercado

0

Patrocinado

Novo aplicativo online de transporte urbano pode começar a operar em Luanda nos próximos dias. A se confirmar, os luandenses passarão a contar com um aplicativo com serviços até agora não disponíveis, como viagens multidestinos, uma das características que fez desta app um sucesso nos mercados em que já opera.

Com presença em 19 países em todo o mundo, a YANGO é parte da gigante tecnológica holandesa Yandex e, de acordo com cometários em alguns fóruns de discussão, Angola pode ser o próximo destino.

Nos países em que já opera no nosso continente, como o Ghana, Costa do Marfim, camarões e Zâmbia a Yango destaca-se pela tecnologia de ponta que utiliza para reduzir significativamente os preços do serviço. Uma dos factores que mais distingue a Yango das aplicações que já existem no nosso mercado é o faco de a empresa contar com mapas próprios, o que a isenta de pagar à Google ou a outras empresas os direitos para usar os mapas das cidades onde opera. Não é algo menor. Na verdade, o uso de mapas de geolocalização “é o factor mais caro” neste tipo de negócio. Viagens mais baratas, novas funções, maior conveniência e disponibilidade de serviço. São as promessas da Yango na estreia no mercado angolano.

O recurso a aplicativos online para conseguir transporte em Luanda tem sido cada vez mais comum e a possibilidade da entrada da Yango representa sem dúvida mais vantagens para o consumidor em termos de qualidade e segurança deste tipo de serviço. Além de ser possível partilhar uma determinada rota com familiares, este aplicativo conta com um sistema de avaliação que permite identificar os motoristas com avaliações mais baixas, podendo resultar na sua exclusão do aplicativo.

Oportunidade para motoristas

Diferente de outras aplicações que já operam no nosso mercado, a Yango não trabalha directamente com condutores, mas sim com parceiros locais – empresas de transporte registadas ante as entidades legais angolanas.

A tecnologia e o desenho da aplicação facilitam a vida dos condutores ajudando-os a poupar em combustível e a optimizar o tempo e as rotas. Contribuem para este cenário optimista a função inovadora de “pedidos em cadeia” e a distribuição inteligente dos pedidos, que permitirão aos motoristas aceitar viagens consecutivas.

Mais serviços e dinheiro por hora, esta é a fórmula de sucesso que já foi testada nos 19 países onde a plataforma opera. Segundo os cálculos da empresa, um motorista que usa a aplicação Yango em circulação contínua atinge níveis de eficácia de 50 a 70% na captação de clientes, muito mais que os 10% dos táxis convencionais.

A tecnologia da Yango reduz significativamente o tempo que um motorista tem que esperar para conseguir o próximo cliente. Ao calcular com eficiência a melhor rota e ao permitir ao motorista aceitar outra viagem antes de terminar a actual, reduz significativamente tempo que o motorista passa a conduzir para encontrar clientes. Esta funcionalidade tem impacto directo no consumo de combustível, uma das maiores dores de cabeça das pessoas que usam este tipo de aplicação para trabalhar.

A se confirmar, Angola será o sexto país em África para a Yango, que opera já em Côte d’Ivoire, Gana, Camarões, Senegal e Zâmbia. De carácter internacional, a empresa conta com actividade também na Europa, Ásia Central e Médio Oriente. Como nos restantes países, em Angola o serviço online da plataforma Yango será fornecido pela empresa de registo Holandês – MLU Europe B.V.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de Privacidade e Cookies