SIC desmantela rede de fasicadores de moeda nacional e estrangeira

0
Foto: DR

Os serviços de Investigação Criminal (SIC) em Luanda, deteve dois cidadão nacionais implicados nos crimes de passagem e colocação em circulação de moeda falsificada, associação de malfeitores e posse ilegal de arma de fogo.

Segundo um comunicado dos Serviços de Investigação Criminal, que o Notícias de Angola teve acesso nesta quarta-feira, a associação composta por 6 elementos, foi desmantelada parcialmente através do através dos Departamentos de Investigação de Talatona, Combate ao Crime Organizado e Operações.

Por ser uma modalidade criminal com graves prejuízos a economia do País, o SIC-Luanda empreendeu, nos dias (07) e (08) deste mês, uma mega operação no Município do Cazenga com a finalidade de desmantelar uma rede de indivíduos envolvidos nos crimes de Passagem e colocação em circulação de moeda falsificada, Associação de Malfeitores e Posse ilegal de arma de fogo. Desta investida, foi possível a detenção de dois cidadãos nacionais com idades compreendidas entre 29 e 56 anos, em posse de (USD.117.000.00), Cento e Dezassete Mil Dólares americanos, (AOA 47.000.000.00) Quarenta e Sete milhões de Kwanzas (todas notas falsas), uma arma de fogo do tipo AKM e o seu respectivo carregador contendo (10) Munições.

Das explicações dos envolvidos absorveu-se que, um deles fazia o trabalho de intermediação de venda e compra de casas, terrenos e viaturas e que em certa altura foi procurado por um elemento de nome “Gabriel” que o apresentou uma nota de 5 Mil Kwanzas falsa e o questionou se não conhecesse quem o pudesse ajudar a por em circulação no mercado, pois tinha muitas.

De acordo ainda com comunicado, depois de alguns dias é procurado por alguns trabalhadores de um Chinês que pretendia comprar notas falsas, tanto em dólar como em Kwanzas, eis que este não tendo o número do telemóvel do “Gabriel” decide procurar ajuda ao outro elemento também detido que rapidamente fornece o terminal. “Gabriel”, por sua vez, faz chegar as mãos do detido (USD.117.000.00), (AOA 46.000.000.00) e (AOA 1.000.000.00) falsos, no sentido de vender tudo pela metade.

Esclarece-se, que por cada nota de 100 dólares americanos falsa, o Chinês pagaria 50 Dólares que corresponderia a um montante em moeda verdadeira de (USD 58.500) e por cada (AOA 5.000) o valor de (AOA 2.500) o que corresponderia a (23.500.000.00) em moeda verdadeira. Em todo este negócio, caso desse certo, os detidos teriam uma percentagem de 10 porcento sobre o negócio a que corresponderia a (USD 5.850) e (AOA 2.350.000.00), respectivamente.

O SIC em Luanda alerta aos cidadãos, a não se deixarem influenciar por negócios enganosos sob pena de serem responsabilizados criminalmente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.