Ngandungo encerra curso de Comunicação de Imagem e fotografia

0
Fotos: Edy Classico e Mateus Mateus.

Por: Victória Pinto

Com a finalidade de aumentar o número de profissionais e melhorar a qualidade dos fotógrafos angolanos, a empresa angolana ligada a Comunicação Institucional, Ngandungo, encerrou dia na última semana o curso de Comunicação de Imagem e fotografia.

A formação foi presidida pelo fotojornalista e docente universitário, Nambi Wanderley, teve a duração de quatro semanas, com carga horária de 2h30/dia. De acordo com o Secretário-Geral da Ngandungo, Mateus Mateus, a formação faz parte de um curso completo de Comunicação Institucional, que esta a ser repartido em módulos.

Notícias de Angola

A felicidade estampada nos rostos dos formandos, demonstrava a satisfação de quem acabará de aprimorar e aprofundar os seus conhecimentos referentes a fotografia de modo geral e particular o fotojornalismo. 

O jovem Wilson Neto, estudante do 4º ano de Ciências da Comunicação da Universidade Independente de Angola (UNIA), referiu que a formação foi vantajosa e recomenda o curso aos profissionais de diversas áreas. 

Wilson Neto, estudante do 4º ano de Ciências da Comunicação da Universidade Independente de Angola (UNIA)

“Pude aprender sobre os gêneros fotográficos, como fazer o enquadramento de cada imagem, entre outros pontos. Saio daqui com bastante conhecimento e recomendo o curso, não somente para os estudantes de comunicação, mas também para as instituições, para os amantes de fotografia e para aqueles que têm site, de maneira a divulgarem seus produtos e vender a sua imagem”.

 Já Indira dos Santos, estudante do 4º ano de Ciências da Comunicação da Universidade Independente de Angola, frisou que nunca teve contacto teórico e prático sobre fotografia e sentiu-se satisfeita com formação. 

Indira dos Santos, estudante do 4º ano de Ciências da Comunicação da Universidade Independente de Angola

“Aprendi bastante neste módulo, nunca antes tive contacto teórico sobre fotografia, a minha sugestão é que a Ngandungo realize um segundo módulo de fotografia que implementasse a 100 % a prática”. 

Por sua vez, o fotojornalista e formador do curso, Nambi Wanderley, fez saber que os formandos não apareceram crus, facilitando assim a transmissão de conhecimentos e a interacção, não obstante a pouca participação que deveu-se as festas e a fraca divulgação do curso. 

Nambi Wanderley, fotojornalista e docente universitário

“A interacção foi boa, a expectativa foi satisfatória porque a maior parte deles quer fazer Acessória de imprensa e eles puderam perceber que a vertente fotojornalística faz parte deste pacote” disse.

O docente reforçou ter aprendido com os formandos e acredita que os profissionais de fotografia também poderiam participar dessas formações, de modo a trocarem experiências. 

Nambi Wanderley, é mestrando em Direito Forense pela Uni-Piaget, licenciado em Ciências da Comunicação pela Universidade Independente de Angola,(UNIA), e pós-graduado em Pedagogia e Elaboração de Projectos, pela Universidade Agostinho Neto.

Foi Director executivo e editor fotográfico da Revista Talentos, é Có-fundador da Associação dos Repórteres de Angola (ARIA).

Actualmente, actua como docente Universitário, e dirige a empresa de Multimédia “Wanderley Produções”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome.