Manuel Ventura expõe “Transcendência Indecência” na Galeria Tamar Golan

0

Redacção NA

Está patente na galeria de artes da Fundação Arte e Cultura a exposição do artista angolano Manuel Ventura, “Transcendência Indecência”, uma exposição individual inaugurada à 7 de Abril de 2021 e que ficará patente ao público até ao dia 26 de Maio, podendo ser visitada de Segunda a Sexta-feira.

A esposição “Transcendência Indecência” é uma dicotomia da justa angolanidade-vista, pensa e matizada por Ventura, a imperiosa necessidade de acudir os que muito necessitam, o quanto antes, é uma forma de ser e de estar, que permite mitigar o sofrimento das pessoas a partir da sua génesis, evitando as romarias desnecessárias ante os holofotes da vida, numa clara e falsa demonstração de preocupação a favor dos desfavorecidos.

O artista já participou em 35 exposições colectivas, e constam da sua carreira três exposições individuais e diversos prémios, nomeadamente Prémio SDV, AMI Angola of Africaline ( 2005), Vencedor da Logomarca do Carnaval de Luanda (2006), Prémio Cidade de Luanda, na modalidade de Gravura (2008), Prémio Cidade de Luanda, na modalidade de Gravura (2009), Prémio Juventude ENSA-ARTE (2010) e Prémio Especial de Gravura ENSA-ARTE(2018).

Nascido em Luanda, em 1981, Manuel Ventura estudou artes plásticas na Escola nacional de artes plásticas, é professor de gravura e educação Visual e Plástica no Complexo das escolas de arte- CEARTE, e membro efectivo da União Nacional dos Artistas Plásticos e é estudante do AtelierTransumância-Gonga, desde 2004.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome.