O país cabe aqui.

Flor de Raíz fala sobre processo de remoção da Jarda

0
Notícias de Angola

Por: Redacção

A kudurista angolana Flor de Raíz, falou hoje ao programa Mundo Vip da Zap Viva, sobre o processo de remoção da jarda a que foi submetida em Junho deste ano.

Segundo o comunicado que o Notícias de Angola teve acesso, ao contrário do que inicialmente foi noticiado, Flor de Raíz não extraiu 100% da jarda .

Conforme ainda o comunicado, faltam três cirurgias para a conclusão do processo. “Os tecidos têm de ser reconstruídos e tem de se ligar a pele a pele da minha bunda ficou morta”, esclarece.
A kudurista alega ser alvo de acusações por parte de “jardadas ignorantes” que a têm acusado de querer ganhar seguidores e fama à custa da causa que abraça.

“As consequências negativas para a saúde são reais e Flor de Raíz chegou mesmo a afirmar “já me causou amnésia”, contou.

Depois da operação de Patrícia Pires, a artista passou a estar atenta e investigou mais sobre o assunto. Não há dúvidas: “a jarda causa micose, problemas psicológicos, problemas sangue e coração, no estômago e rins. A jarda origina a morte e toda a jardada está sujeita a morrer. Angola e o mundo vão observar o resultado que a substância origina na saúde”, conclui.

Flor de Raiz revelou aos apresentadores Bráulio Anderson e Whitney Shikongo, ter muitos famosos jardados, não sendo apenas os kudurista, tanto homens como mulheres submetem-se a está prática.

Flor apelou a estás pessoas procurarem a Patrícias Pires embaixadora desta causa. Corram enquanto é tempo, porque esta doença é mesmo grave, a jarda é doença”.

“Corram enquanto é tempo, porque esta doença é mesmo grave. A jarda é doença”, apelou a kudurista.

A ZAP reassume o compromisso de continuar a envidar esforços, para que a normalidade da emissão do canal ZAP Viva em Angola seja brevemente reposta, e que conteúdos como o Mundo Vip, possam também fazer vibrar o público angolano.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de Privacidade e Cookies