O país cabe aqui.

Bailundo ganha Cooperativa que condecora figura de Gilberto Lutucuta

0
Notícias de Angola

Por: Daniel Quintino

O municipio do Bailundo, na provincia do Huambo, inaugurou na semana finda, uma cooperativa denominada “Gilberto Lutucuta”, em homenagem ao antigo ministro da Agricultura, lançada a 14 de Março último.

O projecto agricóla que conta com 350 membro, entre familiáres de Gilberto Lutucuta e membros da comuna de Santa Rosa, na vila do município do Bailundo.

O acto da inauguração contou com a presença da ministro da Agricultura e Pesca , Vice  António Francisco de Assis,  da homológa da Saúde, Silvía Lutukuta, na qualidade de filha do homenageado.

Na ocasião, Sílvia Lutucuta agradeceu o gesto do ministro francisco Assis em reconhecer os feitos do seu pai. “Muito obrigado por ter imortalizado a figura do nosso pai através da criação desta cooperativa”, “Sentimos que o trabalho do nosso Gilberto Lutucuta, não foi em vão, jamais será esquecido, muito obrigado pelo seu empenho para que este projecto se tornasse realidade”, disse Silvía Lutucuta.

Silvía Lucuta fez saber por outro lado, com a construção da Cooperativa, a população daquela região não será a mesma, receberá muitos ganhos e os serviços chegarão mais rapidamente.

A também ministra da Saúde, prometeu construir brevemente um posto médico.

Já o ministro António Francisco de Assis, durante a sua intervenção destacou a figura do Gilberto Lutucuta, pelos seus feitos no desenvolvimento do país e de forma particular no sector da agricultura.

“O papá Gilberto ou Kota Gilberto, como era tratado pelos seus, foi um homem muito dedicado, estava sempre presente para ensinar, uma pessoa muito humilde, criou sempre boas políticas de incentivo do amor ao próximo”, lembou o ministro Francisco Assis.

O dirigente pediu aos beneficiários, bem como aos familiares que cuidassem bem da cooperativa por ser uma experiência piloto no país e se espera replicar-se a outras províncias.

Francisco de Assis, alertou aos cooperantes para que não se acanhassem quando surgirem eventuais problemas, devendo para o efeito contactá-lo sem algum receio.

Por sua vez, a administradora em exercício, Lami Mateia, agradeceu ao Ministério da Agricultura e Pescas e de forma particular ao ministro António de Assis, por implementar o projecto no seu município, a família Lutucuta de forma geral, sobretudo a ministra Sílvia Lutucuta pela colaboração no processo, sem esquecer as autoridades tradicionais que souberam orientar as famílias para não surgissem problemas de terras, como tem se constatado em outras paragens.

Gilberto Buta Lutucuta é natural do Bailundo, província do Huambo, iniciou a sua actividade política contra o regime colonial em 1959, no Núcleo Político Progressista Clandestino de Apoio ao Movimento de Libertação e Independência de Angola, em 1977, foi instrutor da Organização de Defesa Popular (ODP) e oficial instrutor dos batalhões das tropas de reserva, secretário de Estado do Café, ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural, afastando-se da vida política activa em 2019.

Recebeu das mãos do Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço, diploma de mérito, por servir o país no estrangeiro, na condição de embaixador Extraordinário e Plenipotenciário. Faleceu, na madrugada do dia 18 de Fevereiro de 2022, em Luanda, vítima de doença, aos 80 anos de idade.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de Privacidade e Cookies