O país cabe aqui.

Angola adere ao Mercado Único de Transportes Aéreos africano

Notícias de Angola  – Angola depositou na quinta-feira, na União Africana (UA) a Carta de Adesão à Declaração Solene ao Mercado Único de Transportes Aéreos em África, em cerimónia realizada na sede da organização continental em Adis Abeba, Etiópia.

Entregue pelo Embaixador de Angola na Etiópia e Representante Permanente Junto da UA e UNECA, Miguel César Domingos Bembe, a carta de Adesão foi assinada pelo Chefe de Estado angolano, João Manuel Gonçalves Lourenço, aos 29 de Setembro de 2023, nos termos da Constituição da República. 

Segundo o comunicado de imprensa que o NA teve acesso hoje, o diplomata angolano declarou que ao proceder o depósito da Carta de Adesão, a República de Angola torna-se no 37º Estado-Membro a concluir este procedimento e reafirmou o seu forte compromisso com uma África mais integrada e interligada e como um actor global forte e influente.

Para tal, a República de Angola considera a liderança, o compromisso político, a participação equitativa e inclusiva, a capacitação dos cidadãos e a revitalização do planeamento estratégico como factores absolutamente essenciais para moldar o futuro de África e assegurar o sucesso dos objectivos ambiciosos do continente africano”, afirmou o Embaixador Miguel Bembe. 

Neste contexto, realçou que as opções da Estratégia de Desenvolvimento a Longo Prazo (Angola 2050), documento estratégico orientador de todo o Sistema Nacional de Planeamento, valoriza a domesticação dos principais compromissos assumidos pelo Estado angolano nos planos regionais, continentais e internacionais, através dos planos nacionais de desenvolvimento, na ordem de 70%. 


Explicou que existe em Angola um forte e saudável alinhamento dos órgãos de soberania com os processos de desenvolvimento nacional, no quadro do princípio de interdependência, tendo a Assembleia Nacional aprovado a Declaração Solene ao Mercado Único de Transportes Aéreos em África, através da Resolução nº 18/23, de 04 de Setembro, e ratificada, pelo Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço, aos 29 de Setembro do mesmo ano.

Comentários estão encerrados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de Privacidade e Cookies