RETFOP e INEFOP capacitam profissionais dos centros de formação

0
Foto: DR

Por: Redacção

Oitenta formadores do INEFOP, das províncias de Luanda, Benguela, Huambo, Huíla, Uíge e Moxico, concluíram recentemente uma formação contínua de seis semanas de cariz técnico e pedagógico nas especialidades de Pedreira, Canalização, Soldadura e Energias renováveis.

Numa inciactiva do Projecto de revitalização do ensino tecnico profissional (RETFOP), financiado pela União Europeia, dos quais 78 concluíram com sucesso.

Notícias de Angola

Segundo o comunicado que o Notícias de Angola teve acesso nesta terça-feira, a formação contou com 180 horas por sector profissional, teve lugar nas unidades do CENFOC Viana e do CINFOTEC Rangel em Luanda, onde os formadores da France Éducation Internacional, por intermédio dos intérpretes e tradutores em língua gestual, passaram suas experiências técnicas e pedagógicas durante as seis semanas de formação, de 12 de Julho as 20 de Agosto.

Conforme o comunicado, o evento contou com as presenças da Directora-adjunta do INEFOP, Edgarda Neto, da Directora do CENFFOR, Inês de Almeida, do Chefe dos Serviços Provinciais do INEFOP – Luanda, do representante do Coordenador-geral do RETFOP, José da Costa, e demais convidados.

Na sua intervenção, a Directora do CENFFOR referiu que se pode concluir que os resultados alcançados foram positivos por terem chegado até ao fim, e com bom aproveitamento, mais de 90 porcento dos participantes.

Enquanto que a Directora-adjunta do INEFOP manifestou sua satisfação com a dinâmica da formação e disse ser bom ver o testemunho da aprendizagem a ser passado para a geração, pois isso é sinal de que o futuro é garantido. Adiantou igualmente que conta com os formadores, em particular os das províncias do Uíge e Huambo, onde estão ser construído novos centros, no sentido de replicarem os conhecimentos apreendidos nestes novos centros.

Por sua vez, José da Costa em representação do RETFOP, falou da importância que as instituições públicas atribuíram a esta acção e do seu engajamento para a sua realização, realçando que os formandos foram igualmente elementos de sucesso desta acção.

Adão António Kinguri, da província de Luanda, foi um dos beneficiários da formação na especialidade de Soldadura, e referiu que esta formação representa uma mais-valia, pois houve muitas novidades e espera que aquilo que aprendeu dos formadores franceses possam aplica-lo na vida diária e enquanto formador passar esses conhecimentos aos jovens de maneira que possam ser bons profissionais, podendo assim responderem com as necessidades do mercado ou então criarem seus próprios negócios.

Cesaltino da Costa António foi um dos beneficiários da formação na especialidade de Energias Renováveis. É da província do Uíge, e disse que houve muitas novidades. Referiu que sai da formação mais capacitado para formar o pessoal da sua província.

Na cerimónia foram também entregues os certificados da formação, assim como certificados de honra as individualidades que pela sua dedicação se destacaram neste processo. O certame reservou ainda uma exposição com os elementos produzidos durante a formação, que foram no final apresentado aos presentes.

Esta formação desenvolveu-se, com o apoio do RETFOP, no quadro de um Acordo de Parceria celebrado entre a Expertise France e o INEFOP.

O Projecto RETFOP é financiado pela União Europeia e gerido pelo Instituto Camões, IP. e pela Expertise France.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome.