O país cabe aqui.

“Precisamos fazer mais para ter um futebol diferente” – Domingos Quitumba

0

Por: Ivanine Silva

O jornalista desportivo angolano, Domingos Quitumba, avaliou o actual momento do futebol nacional, como delicado, fruto da fraca produtividade e obtenção resultados positivos dos clubes e da Selecção Nacional.

Em entrevista ao NA, o jornalista que pertence a  única emissora de rádio desportiva do país, Rádio 5, fez uma analise do que tem sido actualmente o futebol angolano à nível de clubes e de selecções.

Domingos Quitumba, jornalista da Rádio 5

Sobre os clubes, o jornalista apontou, que só o investimento que os clubes têm feito, não é suficiente para ser alterado o actual quadro, visto que já foi feito algum investimento e nem assim os clubes conseguiram ter resultados positivos.

“Preisamos fazer mais para ter um futebol diferente do que é pratcado nesta altura… precisamos ter outras ambições”, disse.

Olhando para  má prestação dos clubes angolanos na fase de grupos da Liga dos Campeões da CAF, onde não venceram nenhum jogo em cinco já disputados, Domingos Quitumba, referiu que não basta simplesmente olhar para o Girabola e querer estar nas competições continentais.

Já para o futebol a nível de selecções, o jornailsta, aponta a aposta na formação como o melhor caminho para se atingir os resultados almejados e ter-se uma selecção melhor dentro de cinco ou seis anos.

“Angola foi ao mundial em 2006, se não inverter-se este quadro, poderemos ficar 20 ou 30 anos sem voltarmos a um campeonato do mundo”, afirmou.

Domingos Quitumba, é jornalista da Rádio 5, nasceu a 2 de Fevereira de 1976 em Luanda, é conhecido por acompanhar nas transmissões desportivas, o “Pai do golo”, José Quissanga.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de Privacidade e Cookies