O país cabe aqui.

Polícia brasileira investiga novas ameaças de morte contra Lula da Silva

0

A polícia federal brasileira abriu uma investigação sobre novas ameaças de morte contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que recebeu uma mensagem de e-mail garantindo-lhe que seria alvejado na sede do Instituto Lula, em São Paulo, anuncia hoje Lusa.

Segundo comunicação que o Notícias de Angola teve acesso, esta não é a primeira investigação realizada pelas autoridades brasileiras durante a campanha por ameaças de morte contra Lula da Silva, expressas ou sugeridas, entre as quais se destacou um vídeo publicado por um apoiante do Presidente Jair Bolsonaro.

Para este facto, o empresário Luiz Henrique Crestani, nas redes sociais, é visto a disparar uma arma contra um alvo com a fotografia de Lula da Silva.

Este caso está nas mãos das autoridades, tal como o de outro empresário apoiante de Bolsonaro, José Sabatini, que apareceu noutro vídeo a lamber uma arma e a “ordenar” a Bolsonaro, depois de ganhar as eleições, a dar um golpe no Senado e no Supremo Tribunal.

Sabatini já foi investigado em 2021 por ameaças a Lula da Silva.

O candidato do Partido dos Trabalhadores (PT) tem agendado um desfile de campanha pelas principais ruas de São Paulo como o último evento, para as eleições de domingo, antes de viajar para o Rio de Janeiro esta sexta-feira para um último debate televisivo com Bolsonaro.

Com a aproximação da segunda volta das eleições de domingo (30), crescem os receios de um alargamento da violência pós-eleitoral.

Para essa segunda volta das eleições concorrem ex-presidente Lula da Silva e o chefe do Estado brasileiro Jair Bolsonaro.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de Privacidade e Cookies