Poetas da “velha guarda” passam testemunho em tarde de poesia

0
Foto: Ivanine Silva

Por: Ivanine Silva

Em saudação ao dia da poesia e em homenagem ao dia da mulher angolana, poetas da antiga e da nova gerações, juntaram-se na neste sábado (6), na Mediateca 28 de Agosto, numa tarde de declamação e passagem de testemunhos.

Organizada pela “Brigada jovens amigos da Literatura”, a tarde vivida ao estilo de “Fogueira poética”, contou com a participação dos escritores e poetas Amélia da Lomba, Lopito Feijó, e José Luís Mendonça, tal como outros talentos emergentes da arte da declamação em Angola.

No mês da mulher, o encontro ficou marcado pela apresentação de Amélia da Lomba, que entre várias histórias, destacou a importância do “dom” para a condução do homem enquanto ser social.

José Luís Mendonça, apontou a falta de leitura como uma das causas das debilidades da juventude, mas aponta a falta de livrarias e outros espaços de vendas de livros como o factor principal para estas debilidades.

Lopito Feijó, deu ênfase a aspectos como a humildade e originalidade, como pontos primordiais para um escritor e/ou poera, alcançar a maturação.

Este foi mais um encontro promovido pela Brigada jovens amigos da Literatura, que uniu vários estratos da cultura nacional, com destaque para a música e a poesia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.