O país cabe aqui.

GD Modular em busca da excelência

0
Notícias de Angola

Por: Ivanine Silva

Com grandes dificuldades económicas e financeiras, fruto da crise que o mundo atravessa, é natural que o mercado se torne cada vez menos fértil quanto ao surgimento de novas empresas, apesar deste cenário, muitos têm sido os exemplos de perseverança e crença num futuro promissor.

Nesta senda, a GD Modular é um destes exemplos, que dia após dia, vai-se tornando uma referência nas áreas em que actua.

Firme, naquilo que os desafios actuais do mercado dizem respeito, a GD Modular é uma empresa jovem, voltada para a prestação de serviços no campo digital, cujas marcas registadas são a qualidade e a eficiência.

A Empresa

Criada sem qualquer recurso, conforme aponta João Paulo Augusto, CEO e fundador da empresa, muitos foram os desafios encontrados e ultrapassados ao longo do tempo de existência da mesma.

A caminhar para o terceiro ano de actividade, a GD Modular é uma empresa de direito angolano, cujo objecto social, é a prestação de serviços e publicitários, destacada pela eficiência e qualidade de serviço e com crescimento notório a nível do mercado nacional, sediada na Avenida 21 de Janeiro, Morro Bento, no Edifício Zeid.

blank
Logotipo Ideia all

Actuando em duas vertentes, aparece englobada na marca GD Modular, a “Idea All”, com a actividade direccionada para serviços publicitários (Publicidade, merchandising, design gráfico), e a marca principal [GD Modular] para os serviços informáticos e segurança electrónica (instalação de equipamentos de videovigilância, criação de software de gestão, websites, infra-estrutura de redes, manutenção e reparação de equipamentos informáticos).

A equipa

Tal como outras empresas, a GD Modular é composta por uma equipa jovem, focada e competente, que busca a excelência e a perfeição naquilo que faz, com vista a satisfação de seus clientes.

Nesta altura, a equipa encabeçada por João Paulo Augusto é composta por mais quatro membros e conta com 15 colaboradores , que prestam serviços variados.

João Paulo Augusto, CEO da GD Global

Segundo o responsável, o número de colaboradores, ainda não é o desejado, pelo que neste requisito, há uma marca a ser alcançada, isto desde a criação da empresa, sendo este, um objectivo pessoal seu.

“Projectamos desde o princípio, que até 2021 tenhamos pelo menos um grupo de 50 colaboradores”, revelou.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de Privacidade e Cookies