O país cabe aqui.

Ex-estudante visita complexo escolar Mártires do Uganda  

Notícias de Angola – O ex-estudante e fundador do Directório Central dos estudantes do Complexo Escolar “Mártires do Uganda”, Edvaldo Pinto Matamba, foi recebido na sexta-feira, pelo Director Henriques Canjengo e professores da instituição de ensino.

Em funcionamento à vinte anos, a instituição de ensino especial conta com cerca de 150 estudante entre surdos e mudos, matriculados neste ano lectivo 2023/2024. 

A visita enquadra-se no âmbito nas comemorações do dia internacional do Surdo que se assinala hoje 30 de Setembro, celebrado por membros da comunidade surda de todo o mundo de forma inclusiva e participativa.

Na ocasião, Pinto Matamba, visitou as infraestruturas, dialogou com a direcção do complexo, assistiu aulas de linguagem gestual e convidou os estudantes surdos para um retiro ao Museu da Escravatura, a decorrer sob lema: “Uma Inclusão Participativa”.

O país tem apostado de forma considerável na forma de especialistas em Língua Gestual (LG), munindo esses profissionais com ferramentas para combater a inclusão social e à interação entre surdos e mudos.

Desde 2020 que a presença de intérpretes em língua gestual nas habituais conferências de imprensa sobre a situação epidemiológico da COVID-19, deu visibilidade à esses especialistas na estratégia do executivo sobre  a inclusão dos surdos na sociedade de informação.

Comentários estão encerrados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de Privacidade e Cookies