O país cabe aqui.

Empresas ferroviárias africanas procuram soluções logísticas e Inovadoras

Notícias de Angola –  A Agência de Regulação Certificação de Carga e Logistica de Angola (ARCCLA), participou de 26 a 28 de Outubro,  na 11ª  Conferência da Associação sobre Caminhos de Ferro da África Austral “SARA”.

O evento decorreu na cidade de Joanesburgo, juntou as  principais empresas ferroviárias e fornecedores de serviços deste sector na região da SADC, cujo o lema da edição foi “A Transformação do Transporte Ferroviário por meio de Soluções Logísticas e Inovadoras”.

Segundo o comunicado que o Notícias de Angola teve acesso, no acto de abertura, a Presidente da Associação  dos Caminhos de Ferro da África Austral, Mizakele Mzimela, agradeceu a presença de todas as delegações, tendo referido que a transformação dos  caminhos de ferro não é somente uma responsabilidade das empresas, mas também dos Governos, das operadoras e utentes, tendo em conta os desafios sócio económicos que a região vive.

Em representação do Ministro dos Transportes, o Director  Nacional da Economia das Concessões, Eugénio Fernandes, que fez parte do primeiro painel de debates, destacado os grandes investimentos feitos no sector ferroviário, nomeadamente, CFB, CFL e CFM, onde fez referência sobre o processo de Concessão do Corredor do Lobito,  uma acção que, segundo justificou,vai catapultar a empresa a responder o grande investimento que foi feito pelo Governo Angolano, sendo a República Democrática do Congo  e a Zâmbia os principais pontos para o transporte de mercadorias.

Para tal, o PCA da ARCCLA, Catarino Fontes Pereira, as oportunidades de trocas comerciais entre os países da SADC através do Corredor do Lobito são infinitas, sendo que para além dos minérios, o potencial agro-pecuário das comunidades angolanas nas margens da ferrovia é outro factor a ter em conta, tanto para a satisfação das necessidades internas, como dos mercados vizinhos, desde que asseguradas as devidas infraestruturas de agre  gação e certificação da produção.

“Soma-se a exportação de combustíveis de Angola para os países da África Austral, que poderá ser expressiva, sobretudo depois do arranque da futura Refinaria do Lobito, já em construção”, sustenta o líder da ARCCLA.

A Agência Reguladora de Certificação de Carga e Logística de Angola – ARCCLA é um Instituto Público, sujeito a superintendência do Ministério dos Transportes, dotado de personalidade jurídica, autonomia administrativa, financeira e patrimonial, criada para exercer as funções de controlo das operações de  transporte por via marítima, terrestre e aérea, bem como a dinamização da logística nacional.

Comentários estão encerrados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de Privacidade e Cookies