O país cabe aqui.

Angola e EUA avaliam parceria estratégica

Notícias de Angola – O Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço, e o Secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, reuniram-se esta Quinta-feira (23), em Luanda, para avaliar a parceria económica e diplomática entre os dois países.

Por: Amilton Victor

O encontro decorre na sequência de uma visita do dirigente americano, pelo continente africano, que já o levou a Cabo Verde, Nigéria e Côte d’Ivoire.

Esta visita, de apenas 24 horas ao país, acontece depois de o Chefe de Estado angolano ter-se reunido, em Novembro do ano passado, na Casa Branca, com o homólogo dos Estados Unidos de América (EUA), Joe Biden.

Na altura, os dois estadistas firmaram uma parceria sustentável nos domínios da agricultura, comércio, telecomunicações, energias renováveis, refinação de petróleo, exploração do espaço, defesa e segurança.

Nesta senda, os EUA comprometeram-se a investir 250 milhões de dólares no Corredor do Lobito, para ajudar a tornar real o projecto de circulação massiva de mercadorias entre Angola, República Democrática do Congo e Zâmbia.

Angola e os Estados Unidos da América estabeleceram relações diplomáticas formais em 1993, tendo o sector da energia no centro das relações.

Desde o fim da guerra civil em 2002, os objectivos da política externa dos Estados Unidos da América em Angola têm sido promover e fortalecer as instituições democráticas de Angola, a prosperidade económica, melhorar a saúde e consolidar a paz e a segurança.

Comentários estão encerrados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de Privacidade e Cookies