Africell inaugura data center em Luanda

0
Foto: Cedida

Redacção NA

A Africell deu um passo importante para o lançamento dos seus serviços em Angola, com a inauguração de um data center, nesta quarta-feira (20), situado na baixa de Luanda.

A instalação resulta de um investimento financeiro significativo e será a pedra angular da rede da Africell em Angola, fornecendo uma plataforma para um ecossistema digital para os utilizadores da rede móvel, empreendedores e inovadores.

De acordo com Christopher Lundh, CEO da Africell Angola, o novo data center da Africell possui particularidades tecnológicas únicas, tendo sido projetado em colaboração com parceiros de tecnologia mundialmente renomados e construído com os mais altos padrões de eficiência, desempenho e resiliência.

Este data center é totalmente baseado em cloud e utiliza tecnologia de última geração para atingir níveis excepcionais de resiliência, confiabilidade e interoperabilidade. Marcas de tecnologia internacionais equipam a infraestrutura incluindo-se a HP, Nokia, Dell e Oracle, além de parceiros locais como a CPC Africa, a Jembas e a Prosecurity que estiveram envolvidos na elaboração, construção e implementação do projecto.

Além de suportar a rede móvel da Africell Angola, a infraestrutura irá beneficiar empreendedores e inovadores angolanos ao fornecer um ambiente aberto no qual podem hospedar, integrar e executar os seus aplicativos a um custo baixo, removendo assim um dos principais obstáculos para um empreendimento de sucesso.

Christopher Lundh, CEO da Africell, apontou que o lançamento da rede vai acelerar o emprego, a educação, o entretenimento e o empreendedorismo em Angola.

A Africell firmou uma série de parcerias tecnológicas entusiasmantes com empresas internacionais e locais (incluindo Nokia, Oracle, Aviat, Angola Cables, MST Telecom, Angola Telecom, TPA e Infrasat) encontrando-se outras em fase final de concretização.

A Africell fornece cobertura de rede móvel rápida confiável e de baixo custo, e serviços de tecnologia relacionados, a mais de 12 milhões de assinantes em quatro países africanos (Serra Leoa, Gâmbia, República Democrática do Congo e Uganda).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome.