O país cabe aqui.

Nadir Tati enaltece identidade cultural

0

Por: Victória Pinto

Para saudar a semana da cultura nacional, a estilista angolana, Nadir Tati, usou a sua conta no instragram para falar da importância do uso dos famosos turbantes como identidade cultural ou religiosa.

A estilista referiu que hoje o turbante faz parte da história da moda africana e chega a ser um ponto central nos seus desfiles, pois passa uma mensagem de liberdade, imposição da cultura africana, política e de empoderamento.

“Sendo um símbolo de identificação cultural, religiosa e social, o turbante até hoje é usado por homens e mulheres e podemos afirmar que faz parte da nossa história”.

https://www.instagram.com/p/B7FyBokJKIU/?igshid=bmbg3z8df1vy&fbclid=IwAR3-aW3zHZcrZ-oOKeeaflm9mgq0P4zC5wH80mHBY7LMyeBCMz229CYFnzc
Conta oficial de Nadir Tati

Nadir ressaltou que trata-se de um acessório prático e rápido, que combina com panos ou lenços lisos, roupas estampadas ou vice-versa.

Nadir Tati, é a principal referência quando se fala de moda contemporânea, em Angola. Formada em Criminologia, consultora de imagem, Desenho de Moda, trabalhou vários anos como manequim, uma profissão que lhe despertou a paixão pelas artes e pelofascinante mundo da moda, em especial a moda africana.

Ganhou o prémio de Melhor Criadora de Angola, durante quatro anos (2010,2011,2012  e 2014), foi nomeada a diva da Moda em 2011 e 2012, Diva do momento em 2012. Em 2013 lhe foi atribuído o Prémios Sirius, é a primeira estilista angolana e africana a vestir uma atriz de cinema para os Óscares em Hollywood com Rachel Mwanza da República do Congo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais

Política de Privacidade e Cookies