Rosa Roque ganha homenagem no mês da mulher

0
Foto: DR

Redacção NA

Será homenageada nesta sexta-feira (26), em alusão ao mês da mulher, a professora e compositora angolana, Rosa Roque, uma homenagem feita pela Mediateca de Luanda, cujo acto será realizada nas suas instalações, no Largo das Escolas.

Esta homenagem enquadra-se nas actividades sociais em alusão ao “Março Mulher”, em reconhecimento aos feitos e ao contributo que há mais de 30 anos qur Rosa Roque, tem prestando a cultura nacional.

Segundo a responsável do Departamento de Mediatecas Cândida Costa, a instituir não poderia estar indiferente ao reconhecimento de tudo quanto a professora faz pelo engrandecimento do nosso mosaico cultural.

“A professora merece este reconhecimento por parte da Mediateca de Luanda. Faremos neste mês dedicado a mulher, por sinal também o seu mês de aniversário, como impulso para tantas outras mulheres continuarem a dedicarem-se da melhor maneira nos seus a fazeres”, disse Cândida Costa.

O acto de homenagem será marcado por vários depoimentos de pessoas próximas, como: Yuri Roque, Armando Calado, Paula Daniela, Miguel Neto e abrilhantado pelos artistas, Gari Sinedima, Obadias, Kiocamba Cassua, Dina Rosa, Marquipires, Gilberto Melo e grupo TEG.

Nascida oas 4 de Março de 1953, na província de Malanje, Rosa Roque, é mentora do Projecto Avilupa Kuimbila, e do agrupamento musical, As Gingas do Maculusso, tendo ambos, funcionado, como uma Escola, para inúmeros artistas angolanos.

Vencedora do Prémio Nacional de Cultura e Artes, na Categoria de Música, a professora revolucionou a indústria musical do país ao criar As Gingas do Maculusso no princípio dos anos 80.

Com as Gingas produziu os álbuns “Mbanza Luanda”, “Malanje Natureza e Ritmos”, “Xiyami”, “Muenho” e “Luachimo”, com os quais efectuou tournée pela Europa, Ásia, América e África. No seu percurso consta outras obras até infantis a destacar a “Pérola Azul Brincadeira boa”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.