Huawei distinguida com solução de operações de rede COVID-19

Trata-se do prémio “COVID-19 Response no Africa Com Virtual Awards”, onde a multinacional chinesa, foi a escolhida como vencedora numa lista de cinco iniciativas no continente.

0

Por: Suanny Hossi

A multinacional chinesa Huawei, foi premiada após ter desensenvido recentemente solução uma solução para apoiar centros de operação de rede durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19),

Trata-se do prémio “COVID-19 Response no Africa Com Virtual Awards”, onde a multinacional chinesa, foi a escolhida como vencedora numa lista de cinco iniciativas no continente.

Segundo o comunicado que o Notícias de Angola teve acesso nesta sexta-feira, a empresa desenvolveu a solução de operação baseada em grade Autin para operações e manutenção de rede (O&M), usando novas tecnologias como blockchain, transformação baseada em grade e a smartisation de operações para permitir o gerenciamento de rede descentralizado durante a pandemia COVID-19.

A mesma explica que a premiação aconteceu durante o evento AfricaCom Virtual Awards, que reconhece as contribuições da comunidade de tecnologia de África, em campos que incluem liderança corporativa, empreendedorismo, inovação, conectividade, resposta à pandemia e construção de um mundo digital mais acessível e inclusivo.

Cerca de 170 milhões de assinantes móveis na Nigéria – o país mais populoso de África – são atendidos por quatro operadoras principais em cerca de 30.000 locais em todo o país. A manutenção dessas grandes infraestruturas requer centenas de técnicos de campo e monitoramento 24 horas por dia, 7 dias por semana.

O confinamento e as restrições de mobilidade durante a pandemia apresentaram desafios adicionais aos operadores, com um aumento do tráfego e restrições ao número de trabalhadores permitidos nos centros de operações de rede (CORs).

Para enfrentar esses desafios, a Huawei desenvolveu a operação baseada em grade Autin, que descentraliza o gerenciamento de rede, capacitando os técnicos de campo com ferramentas digitalizadas para monitorar proativamente os indicadores de qualidade da rede e responder a qualquer degradação antes que os assinantes sejam afetados.

A solução não apenas fornece uma contingência para os CORs dos operadores – essencialmente a trabalhar como um “NOC portátil” – mas expande a capacidade de monitoramento de rede com uma operação baseada em rede.

Uma plataforma digital de big data baseada na nuvem está no centro da solução, aproveitando aprendizado de máquina IA, algoritmos de predição e regras inteligentes baseadas em conhecimento.

Um mecanismo de incentivo monetário ligado aos indicadores de qualidade da rede motiva os trabalhadores de campo a abraçar esta mudança de mentalidade. Finalmente, um centro de comando inteligente – uma “lupa no céu” – fornece visibilidade em tempo real do status da rede, geolocalização da equipe e rastreamento de resolução de incidentes.

“A operação de rede baseada em grade melhora a capacidade de previsão e aumenta a agilidade das operadoras na resposta a incidentes de rede ”, disse Leo Lu, VP de Serviços Técnicos Globais da Huawei para a África Austral. “Os trabalhadores de campo mudam de passivos-reativos para proativos graças à tecnologia baseada em nuvem que lhes dá visibilidade e acesso a um banco de dados de conhecimento para resolver falhas de rede”.

“O despacho inteligente e um plano de incentivo baseado na qualidade da rede são recursos móveis adicionais que melhoram o bem-estar dos trabalhadores de campo e reduzem sua exposição à pandemia”, conclui Leo Lu.

A Huawei é um provedor líder de infraestrutura de tecnologia da informação e comunicação (TIC) e dispositivos inteligentes a nível global. Com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.