CEO da Huawei, Ren Zhengfei, declara em conferência de imprensa que “não vamos desistir do ideal da globalização”

0
Foto: Cedida

Por: Redacção

O CEO da multinacional chinesa (Huawei), Ren Zhengfei, comprometeu-se a seguir uma estratégia de globalização, apesar da pressão externa, tendo solicitado à nova administração dos Estados Unidos que proponha políticas mais abertas, alinhadas aos interesses das empresas americanas e da economia americana como um todo.

Estas são as primeiras declarações públicas que o fundador da Huawei fez desde a mudança da administração dos Estados Unidos. Ren falava durante uma conferência de imprensa em Taiyuan, capital da província de Shanxi, no Norte da China, após o lançamento do Laboratório de Inovação em Mineração Inteligente.

“O comércio beneficia ambos os lados. Permitir que as empresas dos EUA forneçam bens aos clientes chineses é favorável ao seu próprio desempenho financeiro. Se a capacidade de produção da Huawei se expandir, as empresas americanas podem vender mais a nós. É uma situação vantajosa para ambos. Acredito que a nova administração vai pesar esses interesses ao considerar as suas políticas”, disse Ren.

O CEO da multinacional Chinesa destacou que a Huawei cria valor para todo o ecossistema e para a economia em geral, tendo mencionado na ocasião que a Huawei construiu redes 5G em muitas cidades da Europa, Ásia e Oriente Médio, e as suas redes na Europa são os melhores testes de desempenho de rede global, beneficiando todos os usuários dessas redes.

Ren Zhengfei também destacou o fato de os usuários avançados poderem usar o iPhone 12 no seu potencial máximo em redes 5G da Huawei intalados na Europa, é uma prova da qualidade da sua rede.

“Enquanto a humanidade continua a progredir, nenhuma empresa pode desenvolver sozinha uma indústria globalizada. Requer esforços concertados em todo o mundo”, Ren acrescentou.

O governo dos Estados Unidos tem feito campanha contra a Huawei nos últimos dois anos, alegando que o equipamento da Huawei poderia ser usado para espionar americanos, sem apresentar qualquer evidência. A Huawei negou repetidamente as reivindicações, e poucos países cederam à pressão dos EUA, com a maioria a concentrar-se em garantir que todos os fornecedores atendam aos padrões técnicos de segurança.

Ren disse que agora está ainda mais confiante sobre a sobrevivência da Huawei do que antes. “Encontramos novas e mais maneiras de superar os nossos desafios. As nossas receitas de vendas e lucros em 2020 foram maiores do que nos anos anteriores”, afirmou Ren aos jornalistas.

Permitindo a transformação digital para indústrias

Ren disse que as novas estratégias incluem pesquisa, desenvolvimento e crescimento de raízes mais profundas em indústrias verticais em todo o mundo, para permitir a transformação digital com os seus principais recursos de ICT da Huawei. Ren disse ainda que o Laboratório de Inovação em Mineração Inteligente resultaria em melhores serviços para minas com 5G.

“Apoiando a indústria de mineração, podemos expandir os nossos negócios e apoiar uma produção mais eficiente e segura nas minas. Também podemos permitir que os trabalhadores da mina de carvão ‘usem fato e gravata’ no trabalho”, disse Ren.

“Na era 5G, conectar empresas é o objetivo principal. Existem muitas indústrias com as quais não estamos muito familiarizados, como aeroportos, portos, mineração de carvão, produção de ferro e aço, fabricação de automóveis e fabricação de aeronaves. É por esta razão que construímos laboratórios conjuntos para aprender mais sobre as necessidades dessas indústrias”.

Os resultados de negócios da Huawei nos primeiros nove meses do ano de 2020 mostraram que a receita totalizou 671,3 bilhões de yuans ($ 98,57 bilhões), um aumento de 9,9% em relação ao mesmo período em 2019.

“Continuaremos a atender bem os nossos clientes, criando mais valor para os mesmos. Queremos que estes tenham uma fé duradoura em nós e esperamos que não vacilem devido à pressão política”, concluiu Ren

Fundada em 1987, a Huawei é uma empresa privada de propriedade integral de seus funcionários. Líder global de infraestrutura e dispositivos inteligentes de tecnologia da informação e comunicação (ICT).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.